Com a compostagem, além de evitar a poluição e gerar renda, a matéria orgânica pode ser utilizada como adubo.

COMPOSTAGEM: VOCÊ SABE O QUE É?

by Alana Gomes

Com a compostagem, além de evitar a poluição e gerar renda, a matéria orgânica pode ser utilizada como adubo.

COMPOSTAGEM: VOCÊ SABE O QUE É?

by Alana Gomes

by Alana Gomes

A compostagem é o processo biológico de valorização da matéria orgânica e pode ser considerada um tipo de reciclagem do lixo orgânico. Ela acontece por meio de um processo natural, em que os micro-organismos, como fungos e bactérias, são responsáveis por degradaram a matéria orgânica.

A prática da compostagem não é algo novo, há muito tempo agricultores utilizam esse método para transformar o lixo orgânico em adubo. Na china, por exemplo, essa prática vem sendo realizada há alguns séculos. No Ocidente, o inglês Sir Albert Howard, em 1920, foi considerado o pai da agricultura e foi o autor do primeiro método de compostagem.

Com a compostagem, além de se evitar a poluição e gerar renda, a matéria orgânica volta a ser utilizada de forma útil.

Compostagem realizada na “Produtos da roça” em Araguari-MG

Em quase todas as atividades da vida do ser humano, resíduos de diversos tipos são gerados, incluindo os resíduos orgânicos. O lixo orgânico “é todo resíduo de origem vegetal ou animal, ou seja, todo lixo originário de um ser vivo. Este tipo de lixo é produzido nas residências, escolas, empresas e pela natureza.” (Fonte: Sua Pesquisa, 2017). Alguns exemplos de lixo orgânico podem ser restos de carnes, vegetais, frutos, cascas de ovos, papel, madeira, ossos, sementes entre outros.

Pelo lixo orgânico ser produzido com grande frequência, muitas pessoas, acreditam que ele pode ser descartado em lixões comuns e aterros sem problemas para o meio ambiente. Contudo, não é simples assim. O descarte incorreto desse tipo de material prejudica a natureza e a saúde das pessoas.

Os resíduos orgânicos precisam ser tratados com cuidado e destinados corretamente. Caso contrário, o descarte incorreto pode ocasionar o mau cheiro, desenvolvimento de bactérias e fungos, aparecimento de ratos e insetos, surgimento de doenças e a contaminação do solo e da água.

No Brasil, de acordo com o site Ecycle, mais da metade de resíduos gerada, é orgânico. Com a compostagem, o volume de resíduos que vai para aterros e lixões indevidos pode diminuir. Com isso, diminuindo também a poluição do meio ambiente.

Compostagem realizada na “Produtos da roça” em Araguari-MG.

COMO A COMPOSTAGEM ACONTECE?

A compostagem é realizada com o uso dos próprios microrganismos presentes nos resíduos, em condições propícias de temperatura, aeração e umidade. O tratamento de resíduos orgânicos é realizado pela atividade de microrganismos aeróbios presentes nos próprios resíduos.

A decomposição da matéria orgânica envolve processos físicos e químicos. De acordo com o site Recicloteca, “os processos físicos são realizados por invertebrados como ácaros, centopéias, besouros, minhocas, lesmas e caracóis que transformam os resíduos em pequenas partículas. Já os processos químicos, incluem a ação de bactérias, fungos e alguns protozoários que degradam os resíduos orgânicos em partículas menores, dióxido de carbono e água”.

COMPOSTAGEM: O QUE PODE E O QUE NÃO PODE

Não é todo material que pode servir matéria-prima no processo de compostagem. Fique atento!

O que pode:

  • Restos e cascas de frutas, legumes e verduras;
  • Saquinho de chá;
  • Bagaço de cana;
  • Restos ou migalhas de pães ou biscoitos;
  • Esterco de galinha, gado ou cavalo (animais herbívoros);
  • Pó de café inclusive o coador de papel;
  • Restos de grãos ou farinhas crus;
  • Aparas de ervas raízes ou capim seco;
  •  Restos de podas e jardinagem;
  • Cascas de árvores
  • Arbustos e árvores;
  • Grama seca.

O que não pode:

  • Fezes e urina humana e de animais domésticos;
  • Produtos químicos em geral;
  • Papel colorido;
  • Saquinho e conteúdo do aspirador;
  • Remédios;
  • Madeira tratada com pesticida ou verniz.

PRODUTOS DA ROÇA: UM BOM CASO DE COMPOSTAGEM

Na compostagem há a transformação das características do material em produtos ricos em nutrientes e úteis para outros segmentos, como o adubo com qualidade e eficiência comprovadas.

A empresa de adubos “Produtos da roça”, de Araguari – Minas Gerais, é bom exemplo da prática da compostagem. Há 30 anos trabalhando com a compostagem, o proprietário da empresa, Sebastião Pereira de Lima, beneficia o meio ambiente produzindo adubo orgânico.

Compostagem realizada na “Produtos da roça” em Araguari-MG

“Os produtos que utilizamos aqui vem de frigoríficos, indústrias alimentícias, indústrias de óleo em geral. Nós trabalhos somente com grandes volumes, por isso, recebemos esses resíduos das empresas que precisam dar destino correto aos seus produtos”, conta Sebastião.

Na “Produtos da roça”, eles prezam pela sustentabilidade e pelo meio ambiente. Ao realizar a compostagem, eles evitam que muitos resíduos vão para aterros e lixões e prejudiquem a água, o solo e a natureza em geral.

O adubo produzido por eles, pode ser utilizado em qualquer tipo de plantação e é capaz de levar ricos e naturais nutrientes e como afirma Sebastião, “servir como um bom alimento para as plantas”.

Compostagem

A compostagem é alternativa ambientalmente correta, segura e definitiva, que contribui e atende à Política Nacional de Resíduos Sólidos. Os aterros e lixões não são a única alternativa! A gestão correta de resíduos oferece infinitas possibilidades para quem busca descartar seus materiais de forma consciente! A Witzler incentiva a compostagem como uma solução ambiental sustentável!

Entre em contato conosco e conheça todas as possibilidades que poder se adequar ao seu negócio!

Rua Iracema Cândida Posca 1-110, Distrito Industrial III – 17064864 – Bauru/SP.

(14) 3223-8722

Facebook

Instagram

Produtos da Roça – Araguari/ Minas Gerais

(34) 99884-8469

Falar com Sebastião Pereira de Lima

Top